11 doces portugueses que você precisa provar

Acabamos de voltar de uma viagem de 12 dias por Portugal e já estou sentindo falta daqueles doces deliciosos à base de muito açúcar e gemas de ovos 🙂

img_9675
Pastéis de nata – meu doce português predileto!

Quase todos os doces portugueses tem esses como principais ingredientes e são conhecidos como doces conventuais, pois foram elaborados há séculos atrás nos conventos.

Depois de muita degustação, compartilho com vocês alguns doces portugueses que adoramos e devem entrar na sua lista de “coisas para comer em Portugal”.

Prepare-se para ficar com água na boca…

PASTÉIS DE NATA

É um doce que dispensa qualquer apresentação, já que é o mais famoso entre os brasileiros e também queridinho dos portugueses, especialmente dos lisboetas.

img_0602
Pastéis de nata

Em qualquer padaria ou pastelaria (lugar especializado em doces) irá encontrar os pasteizinhos, que são sempre maravilhosos.

Muitos brasileiros confundem o nome do doce e o chamam erroneamente de pastéis de Belém (eu sempre me confundia!…rs), mas a verdade é que os famosos pastéis de Belém são vendidos apenas na Pastelaria de Belém, casa fundada em 1837, onde a famosa receita surgiu pelas mãos de um pasteleiro do Mosteiro dos Jerónimos.

img_9293
Pastéis de Belém

Inclusive de todos que provei, o meu preferido foi o de lá, massa super crocante e muito cremoso por dentro! Já meu marido achou esse cremoso demais, preferiu os outros que provamos com o recheio um pouco mais durinho. O negócio é ir provando…rs

OVOS MOLES DE AVEIRO

Pense numa película que se assemelha à uma hóstia recheada com uma mistura deliciosa de gema de ovo e açúcar!!!

img_0713
Ovos moles de Aveiro

Feito geralmente em formatos marinhos variados, é um doce super delicado e saboroso.  Por lei, ele só pode ser produzido na cidade de Aveiro, onde foi criado, que está localizada a 75km de Porto.

Provamos o doce em Aveiro mesmo na tradicional Confeitaria Peixinho, que existe desde 1856. Se você não for passar por Aveiro, em Lisboa tem A Casa dos Ovos Moles.

TRAVESSEIRO DE SINTRA

Na década de 40, surgia em Sintra um verdadeiro tesouro nacional, o doce Travesseiro de Sintra, feito com uma massa folhada coberta por açúcar e recheado com creme de ovos e um toque de amêndoas.

img_0201
Travesseiro de Sintra

O doce foi elaborado pela tradicional Casa Piriquita, inaugurada em 1862 e parada obrigatória pra quem vai à Sintra (30km de Lisboa).

GUARDANAPO

Esse é um clássico da pastelaria portuguesa, uma massa de pão de ló recheada com doce de ovos.

img_0363
Guardanapo

O nome se deu pelo seu formato que lembra o de um guardanapo dobrado!

BRISAS DO LIS

Esse doce é uma especialidade da cidade de Leiria (30km de Fátima) e lembra o nosso famoso quindim.

img_0205
Brisas do Lis

A diferença é que em Portugal ele é feito com amêndoas e não com coco.

BOLA DE BERLIM

Essa receita foi inspirada no Berliner, doce alemão que chegou à Portugal pelas mãos dos judeus fugidos da Alemanha durante a Segunda Guerra Mundial.

img_9219
Bola de Berlim

Caso esteja pensando que ele se parece com o nosso sonho, você está certo! É o mesmo doce, mas vale a pena prová-lo em terras portuguesas.

QUEIJADA DE SINTRA

Já falamos aqui da Casa Piriquita, lugar famoso pelos Travesseiros de Sintra.

Porém, muito antes dos travesseiros, a casa fez sua reputação graças as suas famosas queijadas, doce que era muito apreciado pelo rei D. Carlos I durante seus verões na cidade.

img_0198
Queijada de Sintra

Trata-se de um bolinho de massa crocante feito com queijo fresco, ovos, açúcar, farinha e um pouco de canela.

PÃO DE LÓ

Já tinha visto pão de ló em diversas pastelarias pelas cidades que havíamos passado, mas foi só em Aveiro que decidi comprar um pra provar…

Comprei imaginando que seria um bolinho gostoso e ponto, mas pra minha surpresa era muito melhor do que eu imaginava.

img_0788
Pão de Ló

O pão de ló deles tem a massa super leve e o centro super cremoso, algo que não consigo explicar com palavras…rs, só provando mesmo pra entender!

O lugar mais famoso pra provar essa delícia se estiver em Lisboa ou Sintra é a Ti’Piedade, mas o que eu provei foi na Confeitaria Peixinho na cidade de Aveiro. Seja onde for, tente provar!

Ao colocar a colher no doce ouve-se um barulhinho como se a estivesse mergulhando numa espuma. O sabor é maravilhoso! Deu até água na boca só de escrever…

PASTEL DE TENTÚGAL

Originário do Convento de Nossa Senhora do Carmo de Tentúgal, esse doce super saboroso é feito de massa folhada e claro, recheado com doce de ovos.

tentugal
Pastel de Tentúgal – Crédito foto: site Doçaria Monte Carmelo

Apesar de não termos passado em Tentúgal, provamos o doce em Coimbra, que fica a apenas 20km de lá.

Um ótimo lugar lá pra provar esse doce é a Pastelaria Briosa.

AFRICANO

Provei o Africano na tradicional Confeitaria Nacional de Lisboa, já que é uma das especialidades da casa.

É uma massa de bolo leve e bem molhadinha, coberta por coco. Doce perfeito para acompanhar aquela parada para um cafezinho.

img_9706
Africano

BOLO DE BOLACHA DE CAFÉ 

Pra dar uma variada do combo açúcar + doce de ovos, a sugestão é provar um bolo tradicional da cidade de Porto.

É uma espécie de tiramisu português e não é muito doce. A versão tradicional é a mais famosa e o sabor do café é bem sútil.

img_1595
Bolo de bolacha de café

Provamos o doce no restaurante familiar de comida portuguesa Maria Rita (Rua da Alegria, 16 – Porto).

O que mais você incluiria nessa listinha? Escreve nos comentários…

Melissa 😉

Anúncios

3 Comments »

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s