O que ver em Granada na Andaluzia

Situada aos pés da estância de esqui Sierra Nevada e repleta de monumentos importantes, Granada é um dos destinos turísticos mais visitados da Espanha e que mais nos encantou na região da Andaluzia.

img_8176
Granada vista do Mirador San Nicolás
img_8160
Montanhas de Sierra Nevada

A cidade que já foi colônia grega, romana e árabe, tem uma história muito rica e herança cultural super interessante.

img_8138
Alhambra

A ocupação árabe foi a última e durou séculos (711 – 1492), deixando assim sua marca registrada! Inclusive, foi a cidade por onde passamos na região que parecia vender mais lanches de falafel e kebab do que as famosas tapas espanholas…rs

img_8233
Casa em Albaicín

Em 1492, quando os árabes foram obrigados a ceder a cidade aos Reis Católicos, que haviam retomado a região, alguns monumentos foram destruídos e outros sofreram adaptações, como por exemplo mesquitas foram transformadas em igrejas.

Porém, o que faz de Granada tão especial, é que além da cultura, muito da arquitetura mourisca foi preservada, como as casas do bairro antigo de Albaicín e o espetacular complexo de Alhambra, fortaleza que abriga diversos palácios, torres e jardins lindamente decorados com arte islâmica.

img_8228
Vista do Mirador San Nicolás

Aliás, Alhambra é o programa mais imperdível e visitado de Granada e por isso fiz um post específico sobre lá, com todas as dicas de como comprar o ingresso com antecedência, como chegar lá e sobre a visita!

A parte nova da cidade situa-se entre a Gran Vía de Colón e a rua dos Reis Católicos, onde há muito comércio e também a Catedral de Granada.

img_8273
Catedral de Granada

Uma rua que adorei por ali é a Alcaiceria, repleta de lojinhas que vendem souvenirs, lenços, lustres, tapetes…

img_8259
Calle Alcaiceria

Já os bairros antigos foram construídos nas colinas.

De frente para a colina onde está Alhambra ficam os bairros de Albaicín, antigo bairro árabe e Sacromonte, antigo reduto cigano, onde acontecem muitos shows de flamenco.

img_8386
Bairro Albaicín

As casinhas brancas decoradas na fachada com enfeites de azulejos e as charmosas vielas e jardins fazem do passeio por Albaicín um dos programas mais legais de Granada.

Começamos o passeio pela Plaza Nueva e seguimos pela rua Carrera del Darro, considerada por seus habitantes como “a rua mais bonita do mundo”.

img_8105
Plaza Nueva
img_8121
Carrera del Darro

Tá certo que a rua estreita entre as colinas, repleta de palácios renascentistas e barrocos e com o riacho Darro passando bem ao lado tem seu charme, mas achei o título meio exagerado…rs

Logo chegamos na Praça de Santa Ana, que tem uma igreja dedicada também à santa.

img_8112
Praça e Igreja de Santa Ana

Por ali estão também algumas atrações importantes da cidade, como o Museu Arqueológico, construído num palácio do século 16 e o El Bañuelo, construção do século 11 que funcionava como uma casa de banhos árabes e hoje é um museu.

Daí pra frente vale a pena entrar mesmo no Albaicín e se perder nas suas charmosas vielas.

Como o bairro fica numa colina, há várias ladeiras e alguns degraus pelo caminho, mas é imprescíndivel pra conhecer de fato o bairro, que é lindo e super tranquilo. Fique de olho lá nas Teterias, casas de chá que oferecem uma variedade enorme de sabores.

Uma parada obrigatória no bairro é o Mirador San Nicolás, de onde se tem uma vista privilegiada da cidade e especialmente de Alhambra, emoldurada pela montanha da Sierra Nevada.

img_8211
Mirador San Nicolás – imperdível!

Se o tempo estiver aberto, dizem que é perfeito chegar lá no pôr do sol.

Nós andamos livremente pelo bairro, tirando fotos, observando a vida dos locais, mas se tiver mais tempo e quiser passear por lá com um guia pra conhecer todos os detalhes, vale a pena consultar o Centro de Turismo de Granada.

Quando ir?

O verão (junho – agosto) costuma ser bem quente, com temperaturas acima dos 30 graus. Já no inverno a temperatura cai bem, em Janeiro, por exemplo, costuma oscilar entre 3 e 10 graus.

Os meses mais chuvosos são novembro e dezembro. Fomos no final de novembro e realmente o clima não estava muito favorável. Super frio e bastante chuva em alguns períodos.

Portanto, as estações de março a meados de junho e setembro a início de novembro são mais indicadas.

Como se locomover?

A cidade é pequena e a melhor forma de conhece-la é a pé. Caso bata um cansaço ou não queira andar muito, há algumas linhas de ônibus que circulam pela cidade.

img_8099
Granada

Se chegar lá de carro, como nós, a melhor coisa é deixá-lo num estacionamento e só pegá-lo pra ir embora. As ruas dos bairros antigos são super estreitas e dificilmente você vai achar vagas nas ruas para estacionar.

Onde ficar?

No centro da cidade, na parte nova, há muitas opções de hotéis.

Geralmente não indico hotel nos posts, porque acho que a escolha de hotel é algo muito pessoal, mas decidi compartilhar com vocês onde ficamos em Granada.

Procuramos, como sempre, um hotel com preço bom (viagem econômica), mas também bem avaliado nos sites de reserva. Ficamos no Marquis Urban, localizado na Plaza de Fortuny. Tudo nele é ótimo: localização, atendimento, o quarto e principalmente o preço.

img_8284
Hotel Marquis Urban

Quantos dias?

Nós ficamos apenas uma noite, porém recomendo pelo menos duas pelas seguintes razões: a visita à Alhambra dura uma manhã ou tarde toda, a cidade é super agradável e há várias outras opções de passeio por lá, não vai dar pra ficar entediado. A lista completa de monumentos você encontra aqui!

😉

Melissa

 

Anúncios

1 Comment »

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s