21 coisas para fazer em Buenos Aires

A capital argentina é muitas vezes o primeiro destino de viagem ao exterior dos brasileiros, atraídos tanto pela proximidade e preços atraentes, quanto pelo charme da cidade.

Mesmo os turistas mais experientes também costumam se apaixonar por Buenos Aires e voltar frequentemente. Eu mesma já fui duas vezes e com certeza vou voltar, é uma das minhas cidades preferidas no mundo!

DSC04197
Recoleta em Buenos Aires

Adoro a vibe vibrante de Buenos Aires, sua arquitetura charmosa, as praças, os diversos pontos turísticos interessantes, o tango e os portenhos, que praticamente já falam nossa língua e adoram os brasileiros. A rivalidade só fica mesmo no futebol…rs

DSC04336
Bairro La Boca

Compartilho então com vocês uma lista de coisas pra fazer em Buenos Aires e no final do post também algumas dicas úteis, especialmente se estiver planejando sua primeira visita pra terra de Evita e do doce de leite.

1 – FAZER UM TOUR DE BIKE

Com suas ruas planas, largas e repletas de ciclovias, Buenos Aires praticamente nos convida a fazer um passeio de bike.

25276869443_9aff67cbbb_o
Muitas ciclovias em Buenos Aires

Na nossa primeira vez na cidade decidimos fazer um tour com a empresa Biking Buenos Aires e foi o ponto alto da viagem!

DSC04405
Tour de Bike com a empresa Biking Buenos Aires

Escolhemos o “Sightseeing Tour” que oferece um panorama da cidade e dura cerca de 7h. Ao longo dos 26km fizemos diversas paradas, conhece muita coisa da cidade e recebemos algumas dicas valiosas do que fazer por lá do nosso guia.

Porém há outras opções de tours, alguns mais específicos e também mais curtos, como: “Arquitetura”, “Praças e Parques”, “Grafites e Arte Urbana” etc., mais indicados pra quem já conhece a cidade e quer se aprofundar em algum desses temas.

2 – VISITAR UM DOS CARTÕES-POSTAIS MAIS FAMOSOS DA CIDADE

É na Praça de Maio (Plaza de Mayo), no bairro de Monserrat,  que fica um prédios mais fotografados da cidade,  a Casa Rosada, sede da presidência argentina.

dsc05826
Casa Rosada

Construída em 1595, a Casa Rosada funciona como escritório do presidente e pode ser visitada gratuitamente aos finais de semana e feriados (visitas guiadas).

dsc05786
Visita à Casa Rosada

Foi pintada de rosa mais tarde, em 1870, e há algumas versões que poderiam justificar essa escolha: a primeira seria que a tinta usada foi feita a partir da pigmentação retirada do sangue de boi, enquanto outros dizem que foi simplesmente uma mistura das cores vermelho e branco para simbolizar dois partidos políticos da época, que faz muito mais sentido né?! rs

dsc05784
Casa Rosada

Quanto a Praça de Maio, ela é famosa por ser há anos palco frequente de manifestações populares.

Uma dica é sentar num dos bancos da praça num entardecer para ver a Casa Rosada se iluminando, que fica linda!

dsc06517
Casa Rosada no anoitecer

3 – CONHECER A CATEDRAL METROPOLITANA 

Ainda na Praça de Maio, aproveite pra dar um pulo na principal igreja católica da cidade.

dsc04493-1
Catedral Metropolitana de Buenos Aires

A Catedral Metropolitana de Buenos Aires foi construída e reconstruída ao longo dos séculos (de XVIII a XX) e possui uma mistura de estilos arquitetônicos, já que vários arquitetos se dedicaram ao projeto durante esse tempo.

dsc06529
Parece mais um templo romano…

Apesar da miscelânea de estilos, o resultado é uma catedral belíssima. A fachada mais parece um templo romano e seu interior é lindamente decorado.

dsc05718
Minha avó Linda na Catedral…

4 – CAMINHAR PELA AVENIDA MAIS FAMOSA DA CIDADE E UMA DAS MAIS LARGAS DO MUNDO

A Avenida 9 de Julho foi inaugurada em 1894, porém sua construção foi bem polêmica.

Para que ela pudesse ser criada, muitas pessoas precisaram sair de suas casas para que elas fossem demolidas e abrissem espaço a esse projeto, que também não agradava inicialmente por ser muito custoso.

20337399115_28faf6c758_o
Avenida 9 de Julho

O projeto foi inspirado nas avenidas de Paris, mas por conta dos muitos imigrantes espanhóis que moravam na cidade, acabou ficando mais parecida com a Gran Vía de Madrid.

Atravessá-la é uma verdadeira maratona…rs, são 12 faixas na pista central e duas pistas laterais com mais 3 faixas em cada uma!

dsc05847
Puxado atravessar essa avenida…rs

Aproveite para caminhar até a Plaza de la República, que fica no cruzamento da 9 de julho com a Avenida Corrientes, pois é lá que fica um dos símbolos mais importantes da cidade, o Obelisco.

dsc05965
Obelisco

Inaugurado em 1936, o monumento foi criado para comemorar os 400 anos de fundação da cidade. É lá que acontecem muitas manifestações comemorativas, como as vitórias esportivas.

5 – ANDAR PELO BAIRRO MAIS CHARMOSO DA CIDADE

O bairro Recoleta é um dos mais nobre da cidade e também charmosos.

DSC04419
Recoleta

Foi lá que nos hospedamos na primeira vez em Buenos Aires e que dê cara nos deu uma ótima primeira impressão da cidade (bairro preferido da minha mãe e avó, com quem viajei pra lá da segunda vez).

dsc06513
O bairro preferido delas…também adoro!

Repleto de praças, restaurantes, cafés charmosos e próximo de diversos pontos turísticos, passear por suas ruas arborizadas é um programa imperdível!

Uma das atrações mais visitadas no bairro é o Cemitério da Recoleta, que é o mais antigo da cidade.

dsc06025
Cemitério da Recoleta

Ele é famoso porque lá estão enterradas figuras argentinas importantes, mas todo mundo acaba indo mesmo até lá por causa de Eva Perón. Aliás, se tiver alguma dificuldade em achar o túmulo de Evita, é só procurar uma aglomeração de pessoas…rs

Próximo ao cemitério tem uma igreja bonita, uma praça incrível, um centro cultural, diversos cafés e um shopping, que inclusive tem diversas opções de alimentação.

DSC04182
Bairro da Recoleta

Última dica do bairro: a livraria El Ateneo Grand Splendid, que fica dentro de um antigo e belo teatro.

6 – DESCANSAR NAS PRAÇAS DA CIDADE

As praças da capital argentina são geralmente super limpas e organizadas e é comum os portenhos aproveitarem bastante esses espaços verdes, especialmente quando tem sol.

DSC04207
As praças da cidade são lindas!

Por isso, entre um passeio e outro, aproveite pra descansar nos bancos ou gramados das diversas praças incríveis da cidade enquanto saboreia um alfajor…rs

7 – PASSEAR PELO JARDIM DAS ROSAS

Em meio aos Bosques do Palermo (espécie de Parque do Ibirapuera de SP) fica o Rosedal, um jardim dedicado somente ao cultivo de rosas.

25810525751_ef52d98c91_o
Rosedal

No total são 18 mil espécies diferentes de rosas, espalhadas ao meio de esculturas, coretos e pontes!

São rosas de todas as cores, simplesmente lindo!

dsc06283
Muito amor por essa avó…

8 – CONHECER UM DOS MELHORES TEATROS DO MUNDO

O Teatro Colón, inaugurado em 1908, já foi palco de diversos artistas famosos e das principais orquestras do mundo.

dsc06119
Interior do Teatro Colón…um dos mais lindos do mundo!

Reconhecido mundialmente pela sua apurada acústica e linda construção, é considerado um dos melhores do mundo.

Sua construção demorou quase 20 anos e durante esse período o projeto mudou de dono três vezes, isso porque o primeiro e segundo arquiteto encarregados pela obra morreram.

dsc06129
Teatro Colón

O resultado é uma construção de mais de 8 mil metros quadrados de estilo eclético e muita riqueza. É muito mármore, esculturas incríveis, salas lindamente decoradas, um luxo só!

A sala principal, onde acontecem os espetáculos, tem formato de ferradura e cumpre as normas mais severas do teatro clássico italiano e francês. Tem 2.478 lugares e capacidade para receber mais 500 pessoas em pé.

dsc06181
Teatro Colón

Das duas vezes em que estive em Buenos Aires fiz a visita guiada, a primeira porque queria conhecer e a segunda porque queria que minha mãe e avó vissem aquela maravilha! Dura cerca de 1h, acontece diariamente e tem em vários idiomas.

Outra possibilidade é ir ao teatro para assistir um espetáculo, que está na minha lista de desejos para uma próxima ida à cidade.

9 – DESCOBRIR UM POUCO MAIS DO MUNDO DE EVA PERÓN

De filha ilegítima à atriz e primeira-dama argentina, Eva Perón se tornou defensora dos pobres e uma das figuras mais marcantes do país.

dsc05859

Conhecer o museu dedicado a essa mulher forte é uma oportunidade pra conhecer um pouco melhor não somente sua trajetória, mas também um pouco mais sobre a história da Argentina.

dsc06487
Museu Evita

O Museu Evita foi aberto em 2002 para celebrar os 50 anos de morte de Evita.

dsc06490

Quando ela era ainda viva, o local funcionava como um lar para crianças pobres, o qual ela ajudava. Depois foi transformado em Fundação Evita.

Ao longo das salas estão expostas muitas fotos, roupas, documentos, móveis e vídeos que a imortalizam.

10 – ASSISTIR UM SHOW DE TANGO

Impossível ir à Buenos Aires e não ver pelo menos uma vez um espetáculo de tango.

img_1352
Assistir um tango em Buenos Aires é um programa clássico e imperdível!

Há inúmeras opções para todos os gostos, desde shows intimistas até os mais carnavalescos possíveis.

Algumas casas, como Sabor a Tango e Piazzolla Tango oferecem aulas de tango antes do espetáculo.

Pra quem está com um orçamento maior e quer uma experiência luxuosa, uma boa opção é o Rojo Tango, que fica no Hotel Faena.

Pra quem prefere algo mais intimista e bem tradicional, vale considerar um local no bairro de San Telmo, como El Viejo Almacén, La Ventana ou Taconeando.

Nossa escolha foi a Esquina Carlos Gardel, que é um grande espetáculo, porém sem exageros. O show é muito bonito e recomendo!

dsc06234
Esquina Carlos Gardel

Não compramos a opção com o jantar, pois sempre tenho a impressão de que esses lugares enormes que servem jantar para centenas de pessoas ao mesmo tempo tem uma qualidade questionável. A julgar pelo vinho servido, acho que fizemos bem!

11 – IR NO CAFÉ MAIS ANTIGO DA CIDADE

O famoso Café Tortoni é um dos mais tradicionais de Buenos Aires.

dsc06562
Café Tortoni

Fundado em 1858, é considerado o mais antigo da cidade.

dsc06544

Perfeito para uma pausa durante o dia para um café ou para assisti um show de tango mais intimista no seu piso inferior durante a noite.

dsc06569
Café Tortoni

Não deixe de conferir as salas localizadas no fundo do salão principal, tem várias fotos e objetos antigos, uma viagem no tempo!

12 – VISITAR O LA BOMBONERA

Todo mundo sabe que futebol na Argentina é como no Brasil, religião!

Que tal, então, visitar a casa do Boca Juniors no bairro La Boca, time com 17 milhões de torcedores, dentre eles Diego Maradona, que tem um camarote só pra ele no estádio.

DSC04288
La Bombonera

É possível fazer uma visita guiada pelo estádio e visitar o museu do time ou apenas o museu, que expões troféus, objetos, uniformes e artigos de jornais que relembram a trajetória do time.

dsc05883
La Bombonera

13 – ANDAR PELA RUA MAIS COLORIDA DA CIDADE

Em 1898 havia uma ferrovia no bairro pobre La Boca, que anos mais tarde fechou e ficou por muito tempo abandonada.

DSC04308
Caminito

Por volta de 1950 um grupo de moradores, dentre eles o pintor Benito Quinquela Martín, resolveu restaurar a área.

As precárias casas foram pintadas de cores fortes e a rua foi batizada por eles de Caminito, em homenagem a um tango popular de 1926.

Em 1959 o Governo Municipal transformou o local em rua-museu e se tornou reduto de muitos artistas.

Hoje a rua é um ponto turístico super famoso da cidade e merece uma visita, apesar do assédio constante de ambulantes e artistas de rua.

dsc05896

É preciso tomar cuidado com “pegadinhas”, como cardápios trocados nos restaurantes para cobrar mais caro na hora da conta e aceitar convite para tirar foto com um “dançarino de tango”, que vai te cobrar uma fortuna depois.

Ainda assim vale a pena o passeio e também entrar nos Conventillos, as antigas casas típicas e precárias dos imigrantes genoveses, hoje transformadas em lojas de souvenirs e estúdios de artistas.

14 – FLORALIS GENERICA

No meio de um parque no bairro da Recoleta foi instalada em 2002 uma flor gigante feita em aço e alumínio, doada para a cidade pelo arquiteto Eduardo Catalano.

DSC04401
Floralis Generica

A obra com 20m de altura e seis pétalas, tinha inicialmente um mecanismo que deixava as pétalas abertas durante o dia e as fechava no anoitecer. Deu um “tiuti” no mecanismo e agora fica aberta o tempo inteiro.

19715831783_da6b01e520_o
Floralis Generica

Ainda assim, é uma obra bonita de se ver…vale a pena dar uma passada!

dsc05982

15 – PASSEAR PELO JARDIM JAPONÊS

Criado em 1967 pela comunidade japonesa instalada em Buenos Aires, o Jardim Japonês foi dado à cidade como um presente em agradecimento pela acolhida.

25784772972_cc7ef26298_o
Jardim Japonês

Esse bonito jardim conta com mais de 350 espécies de plantas nativas do Japão, tem um lago de carpas e algumas pontes.

Lá perto fica o Zoológico Buenos Aires, também conhecido como Zoo de Palermo, boa opção de passeio se estiver com crianças.

16 – CONHECER O MODERNO PUERTO MADERO 

A área portuária de Puerto Madero foi toda revitalizada e hoje se distingue do resto da cidade com sua arquitetura ultra moderna.

DSC04349
Puerto Madero

Com seus prédios residenciais e comerciais chiquérrimos, se tornou a região mais cara pra se morar em Buenos Aires.

DSC04364

O local atrai também turistas em busca de experiências gastronômicas, já que na região há várias opções interessantes de restaurantes. Confira os melhores avaliados no Trip Advisor.

O cartão postal mais famoso de Puerto Madero é a Puente de la Mujer (Ponte da Mulher), inspirada na imagem de um casal dançando tango.

DSC04389
Puente de la Mujer

17 – SE DELICIAR COM A GASTRONOMIA ARGENTINA

Tem muita coisa gostosa pra provar em Buenos Aires.

Pra começar, pra quem é carnívoro não há melhor lugar, há uma Parilla em cada esquina pra servir carne com papas fritas.

Outra coisa que vai ver muito também por lá é o choripan, sanduíche famoso de pão com linguiça que encontra em todos os lugares. Bom e barato!

DSC04201
Sanduíche de Choripan

A empanada, espécie de pastel assado com diversos tipos de recheio também é um clássico argentino!

O que mais me atrai mesmo lá são os doces: alfajor, doce de leite, sorvete da Freddo…

dsc06061
Só no sorvetinho…

18 – VISITAR A LIVRARIA MAIS BONITA DE BUENOS AIRES 

A livraria El Ateneo Grand Splendid já foi considerada pelo jornal The Guardian como a segunda livraria mais bonita do mundo.

livraria-5
El Ateneo Grand Splendid – Crédito foto: Maria Beatriz Cardoso

Também não é pra menos, ela simplesmente fica dentro de um antigo teatro que é um deslumbre.

No palco, por onde já passaram grandes artistas como o incrível Carlos Gardel, funciona hoje o café da livraria.

cafe-boa
El Ateneo – Crédito foto: Maria Beatriz Cardoso

Bem inusitado né? Fica no bairro da Recoleta (Av. Santa Fe 1860), não deixe de dar uma passadinha…

19 – CONFERIR A FEIRA DE SAN TELMO AOS DOMINGOS

A feira de antiguidades no tradicional bairro de San Telmo começou em 1970 com alguns poucos expositores e hoje são 257 no total. Muitos deles são expositores desde o início da feira e seguem normas rígidas para não perderem o lugar.

santelmo
Fonte foto: site Feria de San Telmo

A feira ficou famosa tanto pelos artigos interessantes que reúne quanto pelos artistas de rua que se apresentam no entorno.

Acontece todos os sábados das 10h as 17h, mas se possível dê preferência para visitar na parte da manhã, quando a feira é um pouco mais vazia.

20 – MUSEU DE ARTE LATINOAMERICANA

O MALBA é o Museu de Arte Moderna de Buenos Aires, que abriga obras de artistas de todos os cantos da América Latina. 

7
Malba – Museu de Arte Moderna de Buenos Aires – Crédito foto: Maria Beatriz Cardoso

Alguns dos brasileiros que tem obras expostas por lá são Tarsila do Amaral, Lygia Clark e Hélio Oiticica.

21 – ANDAR POR PALERMO SOHO 

Há pouco mais de cem anos atrás havia um bairro gigante na cidade chamado Palermo Viejo, que se tratava na verdade de uma zona rural.

Há alguns anos decidiram dividi-lo em 4: Palermo Viejo, Palermo Chico (onde ficam os parques, zoo etc.), Palermo Holywood (onde ficam muitas produtoras de filmes e canais de TV) e Palermo Soho.

Na minha próxima ida a Buenos Aires é lá que pretendo me hospedar. Apesar de estar um pouco afastado do centro da cidade, nada é tão longe assim em Buenos Aires.

A sugestão de passear por lá  é porque o bairro é uma espécie de Vila Madalena de SP, um bairro todo descolado, repleto de lojas moderninhas, bares diferentes e muitos restaurantes interessantes.

DICAS ÚTEIS

QUANDO IR?

Os meses com temperatura mais amena são março, abril, outubro e novembro.

De maio a setembro é preciso ir preparado para encarar temperaturas mais baixas, mas não chega a nevar. Além disso, esse período é seco, não chove!

De dezembro a fevereiro é quando o calor chega com tudo! As temperaturas são altas e além disso há bastante umidade, o que aumenta a sensação de calor.

dsc04447

Nas minhas duas visitas a cidade fui durante o verão e amei, mas isso porque gosto de calor e de como todo mundo fica mais feliz nessa estação do ano. Numa próxima viagem vou tentar ir na primavera ou outono.

QUANTOS DIAS FICAR?

O ideal é no mínimo 4 dias, tempo suficiente pra conhecer os principais pontos turísticos.

dsc06265
Bosques do Palermo

Se tiver mais tempo ou não for sua primeira vez na cidade, considere fazer um passeio bate-volta à Colonia del Sacramento no Uruguai (uma hora de barco) ou visitar a cidade de Tigre, localizada a 30km de Buenos Aires e onde ficam as casas de campo dos portenhos endinheirados.

ONDE SE HOSPEDAR?

A Recoleta é um bairro mais clássico e charmoso, lugar onde nos hospedamos na primeira vez em Buenos Aires e que amei. Andar pelo bairro é uma delícia e apesar de não estar super centralizado, de táxi se chega a todos os lugares rapidamente.

DSC04173
Recoleta

O Palermo Soho é um bairro mais descolado, jovem, interessante, incrível pra passear a tarde nas lojas e cafés e a noite procurar um bar ou restaurante bacana. Quero me hospedar lá na próxima vez em Buenos Aires.

25784780562_fba5540cdd_o
Palermo Soho

Apesar de ter pontos turísticos por ali, a grande maioria das atrações fica mais afastada, portanto será inevitável pegar táxi. Vale dizer também que as distâncias são maiores se comparado com a Recoleta.

Se a ideia for fazer uma viagem econômica, então a melhor opção é se hospedar no centro.

Além dos preços de hospedagem serem mais em conta, dá pra economizar com transporte, já que a localização facilita fazer quase tudo a pé. Me hospedei no centro da segunda vez e preciso dizer que não gostei! O centro, como acontece na maioria das grandes cidades, é mais sujo e me senti menos segura, especialmente a noite.

COMO CHEGAR?

Avião

A grande maioria dos brasileiros vai de avião à Buenos Aires, isso porque há diversas empresas aéreas que oferecem voos diretos de diversas cidades brasileiras à cidade. Tem dois aeroportos na cidade: Aeroparque, mais próximo ao centro (perto de Palermo) e Ezeiza, a 35km do centro.

Pra quem chega pelo Aeroparque há opção de ir até o hotel de transporte público ou táxi, sendo que a segunda opção é mais prática, confortável e não custa caro.

Para os que chegam por Ezeiza, há opção de táxi e ônibus-transfer. A primeira opção é mais vantajosa se estiver com mais pessoas, agora se estiver sozinho pode ser mais interessante utilizar o serviço do ônibus-transfer. O ônibus leva os passageiros até Puerto Madero e lá são separados de acordo com as regiões onde estão hospedados e levados até os hotéis em carros menores.

Barco

Se estiver visitando o Uruguai pode chegar na Argentina de barco com as empresas Buquebus/Seacat e Express. As tarifas variam de acordo com o assento escolhido e antecedência da compra. É possível atravessar também de carro.

COMO SE LOCOMOVER?

A cidade é plana e dependendo de onde se hospedar e do que planejar fazer, dá pra fazer quase tudo a pé.

Para grandes distâncias ou evitar a fadiga, o transporte público é uma alternativa barata e eficiente.

O táxi também vale a pena, as corridas não são caras e é bem prático.

DSC04235
Muitos táxis na cidade…

Se tiver dificuldade pra andar ou estiver acompanhando pessoas mais idosas, uma ótima alternativa são os ônibus hop-on-hop-off, da empresa Buenos Aires Bus. Tem a opção de 24h e 48h dias e faz 24 paradas, que cobrem os principais pontos turísticos da cidade.

Utilizamos esse ônibus durante 48h na viagem com a minha avó e foi ótimo!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s