5 dicas preciosas de como economizar dinheiro em Paris

Sim, Paris é de fato uma cidade muito cara, uma das mais caras do mundo! Mas calma, se você está com viagem marcada para a Cidade Luz e está com o orçamento mega apertado, vou te dar algumas dicas preciosas de como economizar e ainda assim se divertir bastante nessa cidade, que é uma das mais lindas do mundo!!!

DICA 1 – ADQUIRA O PARIS MUSEUM PASS

O Paris Museum Passacesso à mais de 50 museus e monumentos, que incluem todos os cartões-postais famosos da cidade. É possível adquirir o passe de 2, 4 ou 6 dias consecutivos.

paris-museum-pass
Tipos e Paris Museum Pass

Portanto, se você quer se jogar nos museus e monumentos, essa é uma ótima alternativa para economizar, não só dinheiro, mas também tempo, já que em quase todas as atrações não é preciso enfrentar fila com o Museum Pass.

Para realmente ser uma opção vantajosa, é preciso que você defina antecipadamente quais são os museus e monumentos que quer visitar durante sua estada na cidade, e na sequência faça um roteiro bem elaborado, considerando a proximidade das atrações e sendo realista em relação ao seu preparo físico, porque acaba sendo uma verdadeira maratona.

Valores do Paris Museum Pass (2016):

2 dias consecutivos – 48 euros

4 dias consecutivos- 62 euros

6 dias consecutivos- 74 euros

Pra terem uma ideia, minha irmã veio pra cá no início do ano e queria fazer uma viagem mais econômica. Sugeri pra ela algumas atrações e chegamos a conclusão de que o passe de 4 dias era o ideal. Se ela tivesse tido feito todas as atrações sem o passe (inclusive Castelo de Versailles), teria gasto cerca de 102 euros (40 euros de economia).

A maneira mais prática de adquirir o Paris Museum Pass é direto na bilheteria do primeiro museu ou monumento do seu roteiro. Nas demais atrações é só mostrar o passe, que é super prático, já que nele vem impresso todas as informações de dias/horários de funcionamento e endereço das atrações participantes.

DICA 2 – APROVEITE OS PROGRAMAS GRATUITOS 

Caminhar pelas ruas e parques de Paris já é um super programa gratuito, mas além disso, existem diversos museus e locais interessantes pra você descobrir na cidade que são gratuitos. Confira nosso post com a lista de alguns Programas Gratuitos em Paris.

IMG_3051
Museu de Arte Moderna da Cidade de Paris – Ano todo gratuito (exposições permanentes)

Se você estiver em Paris no primeiro domingo de qualquer mês, ainda poderá tirar proveito nesse dia para visitar gratuitamente diversos museus. Clique aqui para conferir a lista desses museus.

Ao longo do ano também acontecem diversos eventos gratuitos na cidade, como o Festival de Música em 21 junho (Fête de la Musique), a Noite Européia de Museus (Nuit Européenne des Musées) em maio e o Nuit Blanche no início de outubro. Confira aqui o calendário completo de eventos gratuitos em Paris ao longo do ano.

É preciso ficar atento para aproveitar todas essas oportunidades!

DICA 3 – FAÇA MUITOS PIQUENIQUES

Sempre que o tempo permite os franceses estão fazendo piquenique. Aos finais de semana acaba sempre sendo algo mais elaborado, um piquenique com toalhas etc..mas na correria da semana, muita gente improvisa e compra na hora do almoço um lanche e suco no mercado e senta num gramado qualquer pra aproveitar a hora do almoço no sol.

IMG_9166
Almoço improvisado nos jardins do Palais Royal

Por isso, aproveite e faça como os franceses. Além de economizar dinheiro, você irá passar um bom momento! Clique aqui para ver nossa lista de lugares para fazer piquenique em Paris.

DICA 4 – PEÇA O PLAT DU JOUR NOS RESTAURANTES E UNE CARAFE D’EAU

Não dá para viver dias a base de lanche, então aqui vão duas dicas importantes para ajudar a economizar quando for ao restaurante.

Pra começar, ao invés de pedir uma garrafa d’água que custa algo em torno de 4 euros, peça uma carafe d’eau (fala-se “carráfdô”), que é uma jarra com água da torneira. Sim, a água da torneira em Paris é potável! E não fique com vergonha de pedí-la no restaurante, é super comum e praticamente todo mundo pede.

Escolha o Plat du Jour (Prato do dia) ou a formule, que é entrada + prato ou prato + sobremesa ou entrada + prato + sobremesa.

IMG_4877
A famosa “Formule”

Fique atento, sempre que o restaurante tiver cardápio físico e essas opções de pratos escritas na ardoise (quadro escrito com giz), as opções da ardoise são mais em conta.

IMG_4874
Exemplo de ardoise em restaurante com os preços dos pratos

Outra informação importante é que na maioria dos restaurantes, o menu do almoço costuma ser mais barato do que o do jantar. Portanto, se estiver a fim de ir num restaurante mais especial (leia-se caro), tente ir no almoço.

Outra coisa é que o menu do almoço durante a semana costuma ser mais barato do que o menu do final de semana, portanto vale a pena conferir no site do restaurante que quer conhecer se há essas diferenças de valor.

DICA 5 – AVALIE QUAL É O TIPO DE BILHETE DE TRANSPORTE PÚBLICO MAIS VANTAJOSO PRA VOCÊ

Dependendo da quantidade de dias que ficar em Paris, da localização de onde estará hospedado e das atrações que irá visitar, podem ter modalidades de bilhetes de transporte que serão mais ou menos vantajosas pra você. Vou incluir aqui a informação de todos, para que você possa analisar qual será o ideal na sua situação!

TICKET T+

ctttt_ticket_t_plus_gf

Ticket unitário – €1,90/ carnet com 10 tickets avulsos: €14,50 (Quando houver troca de meio de transporte, exemplo: de metrô para trem ou para ônibus, precisa usar mais um ticket). Não é válido para os trajetos até aeroportos, Versailles, Disneyland etc., somente dentro de Paris.

Importante: Quando utilizar um ticket num transporte público em Paris, o guarde até sair do mesmo, pois há fiscalizações frequentes (especialmente no metrô) e se você não comprovar que usou um bilhete para entrar naquele meio de transporte, será multado.

Para quem é recomendado: O Ticket T+ vale a pena somente para aqueles que pretendem bater muita perna em Paris e utilizar o transporte público poucas vezes para visitar algumas atrações mais distantes dentro da cidade. 

MOBILIS

mobilis

É um ticket com validade de um dia (da 0h à meia-noite do dia em que é utilizado) para ser utilizado o quanto quiser nesse período. Custa €7,30 para as zonas 1-2, €9,70 até a zona 3, €12 até a zona 4 (Versailles) e €17,30 até a zona 5 (Disneyland Paris). Observação: Mesmo o bilhete zona 5 não dá acesso aos Aeroportos Charles de Gaulle e Orly.

Para quem é recomendado: Essa opção é recomendada para aqueles que tem, por exemplo, somente um dia de passeio para fora de Paris no roteiro, como Versailles e Disney e nos demais dias vai usar raramente o transporte público dentro de Paris (Ticket T+). Vale reforçar que o Mobilis não serve para ir aos aeroportos.

PARIS VISIT

Ratp-Paris-Visite-3---630x405---©-OTCP-DR

O Paris Visit é um ticket que dá acesso ilimitado à viagens nos meios de transporte, de acordo com a quantidade de dias que escolher. É uma opção prática e vantajosa se não precisar sair das zonas 1 – 3.

nova nova

Para quem é recomendado: Para aqueles que chegam em Paris mais pro final da semana e pretendem usar bastante o transporte público em Paris e eventualmente nos arredores (Versailles, Disney, Aeroportos etc…). Porém, se chegar no início da semana, com certeza a opção abaixo, o Navigo, é a mais indicada (MUITO MAIS ECONÔMICA!).

NAVIGO

visuel-navigo-©-stif-philippe-starck

O Navigo é um cartão recarregável com foto, que pode ser semanal (hebdomadaire) ou mensal (mensuel). 

O semanal custa €22,15. Sua validade começa sempre na segunda-feira e termina no domingo. O mensal custa €73 e é válido do primeiro ao último dia do mês.

Dentro do período de validade, você pode fazer quantas viagens quiser e por todas as zonas de Paris (inclusive aeroportos). É super prático e uma opção muito mais econômica em relação ao “Paris Visite 5 dias – todas as zonas”.

Observação: Na primeira vez que você faz o cartão Navigo, paga-se €5,00 pelo cartão (não reembolsável) e é preciso tirar uma foto na máquina Photomaton (tem nos aeroportos e estações de metrô), que custa €5.

IMG_7620
Máquina Photomaton pra tirar foto para o Navigo (tem instruções também em inglês)

Então o custo total de um primeiro cartão semanal é €32,15 (metade do preço de um Paris Visite – 5 dias – zonas 1-5). Se você precisar recarrega-lo para uma segunda semana em Paris, o custo será somente de €22,15.

Se você chegar pelo Aeroporto Charles de Gaulle, é possível fazer lá mesmo o cartão e já sair de lá utilizando.

IMG_7619
Um exemplo de guichê no Aeroporto Charles de Gaulle onde é possível fazer o Navigo e comprar os demais tipos de bilhete de transporte

No Aeroporto de Orly não há possibilidade de fazer o cartão. Para solicitar o Navigo nas estações de metrô, é preciso levar a foto tirada na Photomaton para um atendente nos guichês de atendimento.

Para quem é recomendado: É recomendando para quem chega em Paris no começo da semana, já que sua validade começa sempre na segunda-feira e vai até domingo, e vale até mesmo para aqueles que chegam mais para o meio da semana e querem usar bastante e livremente todo tipo de transporte na cidade e arredores. Para quem chega pelo Aeroporto Charles de Gaulle é perfeito, você já sai de lá utilizando o Navigo.

Todas as outras opções de bilhete podem ser também adquiridas nas máquinas automáticas das estações de metrô.

VÉLIB

A Vélib é o sistema de serviço de empréstimo de bicicletas em Paris. As estações de bicicletas estão por toda parte na cidade e é um meio de transporte bem prático.

Para alugar uma Vélib basta se dirigir a uma estação de auto-serviço, onde você solicita o empréstimo da bike por meio de um totem computadorizado.

IMG_7805
Estação de auto-serviço Vélib

Para realizar a operação, é necessário ter um cartão de crédito com chip. O custo diário é €1,70. A dica é trocar de bicicleta antes de vencer a primeira meia hora (a cada 29 minutos). Dessa forma, com um único pagamento de 1,70 euros, dá pra rodar o dia todo. Outra opção é pagar por 7 dias de utilização da Vélib, que custa €8.

Para quem é recomendado: A Vélib é recomendada para quem gosta de andar de bicicleta e para aqueles que precisam economizar bastante durante a viagem. A maior parte da cidade é plana e há ciclovias e estações de Vélib por toda parte, portanto é um meio de locomoção prático e extremamente barato!

Espero que as dicas te ajudem a economizar um pouquinho em Paris 🙂

Anúncios

2 Comments »

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s