18 coisas gostosas para comer em Paris

Quando pensamos em Paris, uma das coisas que automaticamente nos vem à cabeça é a gastronomia francesa. Pensamos nos queijos, nos pães, nas sobremesas…

Eu não sou expert em gastronomia, mas sugiro que você experimente todas ou algumas dessas delicias quando visitar Paris!

1 – CRÊPE DO P’TIT GREC

A Rue Mouffetard, no coração do Quartier Latin, é uma das ruas mais antigas de Paris, repleta de restaurantes, lojinhas interessantes, queijarias, creperias…

E por falar em creperia, quando visitar a Mouffetard, não deixe de provar o crepe do P’tit Grec! É um crepe em formato de cone, prático pra comer na rua, super recheado, uma delícia e mega barato (entorno de 5 euros).

Gosto de comprar o crepe e ir comendo enquanto ando até o Jardim de Luxemburgo (quase 1.5Km) ou então parada na Place de la Constrescarpe, que fica no início da rua.

petitgrec
Crêpes do P’tit Grec

P’tit Grec: 68, Rue Mouffetard (estação de metrô mais próxima: Place Monge – linha 8)

Clique aqui para obter mais informações sobre o P’tit Grec.

2 – CROQUE-MONSIEUR

O croque-monsieur é o mais famoso sanduíche francês!

Segundo a Enciclopédia Larousse Gastronomique, o primeiro Croque-Monsieur foi servido no verão de 1910, num bar inglês chamado Le Trou dans le Mur, que ficava no Boulevard des Capucines em Paris.

De inspiração anglo-saxônica, o croque-monsieur é uma adaptação (melhorada) do Welsh Rarebit inglês, e a principal diferença é o acréscimo do presunto na receita francesa.

IMG_3118
Croque-Monsieur

Você encontra croque-monsieur em praticamente todos os cafés, eu gosto muito do servido no Café Kléber, na Place du Trocadéro.

3 – CHOCOLATE QUENTE E MONT BLANC DA ANGELINA 

Angelina é uma das casas de chá mais famosas de Paris, cujo chocolate quente, é considerado por muitos como um dos melhores chocolates quentes da cidade. Eu assino embaixo!

Peça o Africain, super encorpado e ideal para dias frios.

Se vier à Paris no verão, peça a versão frappé, igualmente delicioso!

IMG_3211
Chocolate quente da Angelina, o melhor!!!

Outro produto que fez a fama da casa Angelina é a pâtisserie Mont-Blanc, um doce recheado com chantilly, suspiro na base e coberto por creme de marrom. Vale a pena provar 😉

IMG_6542
Mont-Blanc da Angelina, a sobremesa mais tradicional da casa

Clique aqui para encontrar os endereços da Angelina.

4 – “LA COUPOLE FONDANT” DA LINDT 

Uma bola de sorvete servida dentro de uma cúpula de chocolate, junto com um potinho de calda quente pra jogar por cima!

Parece simples né? Mas estou falando de chocolate Lindt, não se esqueça.

Lindt: 11 Bis Rue Scribe (Metrô mais próximo: Ópera – linhas 3, 7 e 8). Fecha aos domingos.

Clique aqui para obter mais informações sobre Lindt Paris

5 – PAIN DE LA CAMPAGNE E O BISCOITO “PUNITION” DA POILÂNE

A primeira boulangerie Poilâne foi criada em 1932. Se tornou um sucesso pois o padeiro usava fermentação natural, forno à lenha e farinha moída na pedra.

De geração em geração, as técnicas foram sendo adaptadas porém manteve-se a linha de pensamento do seu fundador. O Pain de la Campagne da Poilâne (um pão rústico) é o carro-chefe e distribuído para o mundo todo.

Além do pão, prove o biscoito amanteigado Punition (Punição), que é FANTÁSTICO! Segundo Lionel Poilâne, o biscoito tem esse nome porque é uma punição ter que esperá-los esfriar para poder comê-los…rs

Coloquei o link abaixo de uma entrevista muito interessante que mostra Lionel Poilâne preparando os biscoitos amanteigados.

https://parisfiles.wordpress.com/

Para encontrar uma Poilâne em Paris, clique aqui: Endereços Poilâne

6 – SORVETE BERTHILLON

A tradicional sorveteria Berthillon foi fundada em 1954 em Paris por Raymond Berthillon.

Na Ilê Saint-Louis você encontra a Maison Berthillon (sede da produção), que conta hoje com cerca de 70 sabores e tem uma ótima reputação graças à utilização de somente ingredientes naturais, sem corantes ou essências. Parada obrigatória!

IMG_3210
Maison Berthillon

Endereço da Maison Berthillon: 29 – 31 rue Saint-Louis en Ilê

Clique aqui para obter mais informações sobre a Berthillon

7 – PROVAR A MELHOR BAGUETTE DE PARIS

Desde 1993 ocorre anualmente o “Grand Prix de la Baguette de la Ville de Paris”, que é o concurso para eleger a melhor baguete da cidade.

O júri composto por 15 especialistas tem a árdua missão de degustar as baguettes e escolher a melhor com base em cinco critérios: o cozimento, o sabor, a textura do miolo, o aroma e o aspecto.

Além de notoriedade, o padeiro campeão ganha o direito de fornecer baguetes ao Elysée, residência oficial do presidente da república. Em 2016, os vencedores foram Michael Reydelet e Florian Charles da boulangerie La Parisienne.

La Parisienne: 48 Rue Madame, 75006 Paris

8 – FALAFEL DO L’AS DU FALLAFEL 

No Marais você encontra o mais famoso sanduíche de falafel (bolinhas de grão de bico) da cidade.

L’As du Fallafel foi fundado há mais de trinta anos e está sempre lotado. O sanduíche vegetariano é o mais tradicional e é servido no pão tipo pita com berinjela frita , cebola, repolho roxo, tahine e deliciosamente temperado.

Eu nunca tinha provado falafel e agora estou viciada nesse sanduíche. Você pode comprar do lado de fora pra comer na rua ou entrar na fila pra sentar no restaurante.

L’As du Fallafel: 34, rue des Rosiers, 75004 Paris (Métro mais próximo: St. Paul). Fecha aos sábados.

9 – ÉCLAIR DE CARAMEL BEURRE SALÉ DA FAUCHON

A éclair (relâmpago em françês) é conhecida por nós brasileiros como bomba. Ela é símbolo da gastronomia francesa desde o século XVIII, quando ainda se chamava Les Ducheses.

A mudança de nome aconteceu muito tempo depois, quando surgiu um anúncio dizendo que se as pessoas provassem as deliciosas Ducheses, iriam comer num “relâmpago”, de tão boas.

A Fauchon é um endereço famoso de éclair em Paris, e a minha preferida é a versão de caramelo salgado.

IMG_4436

Clique aqui para obter mais informações sobre a Fauchon

10 – MACARON DA PIERRE HERMÉ 

Confesso que nunca fui fã de macaron, já tinha provado alguns aqui em Paris e continuava achando simplesmente ok, nunca era minha primeira opção de sobremesa.

Até o dia em que uma amiga que mora (morava) aqui em Paris (Valeu Nic!!!) me apresentou a Pierre Hermè! Mudou minha concepção sobre o macaron.

O melhor de todos é o de chocolate com maracujá (chocolat avec fruit de la passion), irresistível!

Clique aqui para ver os endereços das boutiques Pierre Hermè em Paris.

11 – PROFITEROLES 

O renomado chef pâtissier Philippe Urraca, apaixonado por profiteroles, abriu a Profiterole Chérie, uma pâtisserie toda cor de rosa no Marais (a coisa mais linda!) especializada na sobremesa.

A loja assa a cada 45 minutos os profiteroles, o que garante uma sobremesa sempre fresquinha e crocante.

Você escolhe se quer o profiterole recheado com sorvete ou creme e assiste a montagem da sua sobremesa, que é uma delícia.

Profiterole Chérie: 17 rue Debelleyme, 75003 Paris. Fechado às segundas-feiras.

Clique aqui para obter mais informações sobre a Profeiterole Chérie

12 – GAUFRE À LA VANILLE DA MÉERT

Fundada em 1761, a pâtisserie Méert é a mais tradicional de Lille (no norte da França), e você também  pode encontrar uma loja deles em Paris, no Marais. 

A especialidade da casa é a Gaufre à la vanille (waffle de baunilha), feita com baunilha de Madagascar, cuja massa é bem levinha e macia.

Quem era muito fã dessa delícia era o general Charles de Gaulle. Nativo da cidade de Lille e frequentador da Méert desde criança, passou a pedir a entrega da famosa sobremesa em Paris, quando se tornou presidente da república.

Méert: 16 Rue Elzevir, 75003 Paris. Fechado às segundas-feiras.

Clique aqui para obter mais informações sobre a Méert

13 – MADELEINE DA BLÉ SUCRÉ

A Blé Sucré é uma boulangerie – pâtisserie (padaria – doceria) pequenininha, situada no 12ème arrondissement de Paris, que pode passar despercebida por muita gente, já que da rua não podemos observar muito bem as guloseimas vendidas no local.

Mas a verdade é que eles já tiveram vários de seus produtos eleitos pelos jornais franceses e críticos gastronômicos como “os melhores de Paris”.

O carro chefe deles são as madeleines, bolinhos em formato de concha, feitos com ovos e raspas de limão, que surgiram na cidade de Commercy, região de Lorraine no final do século XVIII.

Conta-se que Voltaire era convidado de honra num jantar oferecido pelo Duque de Lorraine, porém como muita gente na cidade não gostava do escritor, alguns empregados do Duque se recusaram a servir o jantar.

Foi quando surgiu Madeleine, uma empregada da casa, que improvisou uma receita de bolo ensinado por sua avó e salvou o jantar. Com o passar do tempo as madeleines fizeram muito sucesso e Commercy virou a capital francesa da madeleine.

E é exatamente esse gostinho de bolo de vó que você encontra na madeleine da Blé Sucré. Eu comprei um saquinho com 4 e provei em casa. É maravilhosa, super macia, perfeita para acompanhar um chá quentinho.

Blé Sucré: 7 Rue Antoine Vollon (Metrô mais próximo: Ledru-Rollin – linha 8). Funciona de terça a sábado das  7hs as 19h30 e aos domingos das 7hs as 13h30.

 14 – O MELHOR CRÊPE DE PARIS – BREIZH CAFÉ

O Breizh Café é um restaurante pequenininho no Marais, especializado em crêpes, que sempre tem fila na porta pra conseguir uma mesa. O motivo? O crêpe é maravilhoso e o restaurante é queridinho dos críticos gastronônimos! Ano após ano é eleito por eles como o melhor crepe de Paris.

O cardápio é vasto e oferece principalmente as receitas tradicionais da região da Bretanha, local de origem dos crêpes.

As versões salgadas são as galettes, preparadas com trigo sarraceno e de aparência mais escura. A mais tradicional é a complète, que tem queijo gruyère, presunto e ovo.

IMG_4598
Galette Complète

Eu optei pela versão queijo de cabra, salada e mel. Uma delícia! A massa é extremamente leve, nunca havia provado algo igual.

IMG_4664
Galette de queijo de cabra com salada e mel

Os crepes doces são feitos com farinha  branca, então é aquela massa mais branquinha, com a qual estamos familiarizados. Uma boa pedida são as versões com caramelo salgado.

IMG_4602
Crepe de caramelo salgado com banana

Para acompanhar toda essa comilança, escolha uma sidra no vasto cardápio, bebida típica da região da Bretanha.

IMG_4595
Sidra da Bretanha

O restaurante é bem aconchegante e o atendimento é ótimo, são super atenciosos. Eles tem cardápio em inglês também.

Breizh Café: 109 rue Vieille du Temple (Metrô mais próximo: Saint-Sébastien-Froissart – linha 8). Funciona de quarta-feira à sábado das 11h30 as 23hs e aos domingos das 11h30 as 22hs. É possível fazer reserva por telefone.

 15 – PARIS-BREST

O Paris-Brest é um clássico da pâtisserie francesa. O doce foi criado em 1910 pelo chef pâtissier Louis Durand, que se inspirou em uma corrida de longa distância de bicicleta que saia de Paris rumo à Brest, na região da Bretanha, e retornava à Paris.

É feito de pâte à choux (mesma massa de Bomba e Carolina), com recheio de praliné e decorado com amêndoas e açúcar.

É muito bom e fácil de encontrar nas pâtisseries da cidade.

IMG_4920
Paris-Brest é um incontournable de Paris (doce obrigatório).

16 – ÉCLAIR DA L’ÉCLAIR DE GÉNIE 

A L’éclair de Génie é uma pâtisserie especializada em éclairs, como o próprio nome já indica. Mas não é uma pâtisserie qualquer, pois por trás das criações dessas delícias está o renomado chef pâtissier Christophe Adam, que tem uma longa carreira e já passou por lugares como Fauchon e Pierré Hermé (ambos já constam nessa lista).

Hoje ele tem 5 lojas em Paris, mas a primeira foi aberta em 2012, quando decidiu abrir seu próprio negócio com os clássicos da pâtisserie francesa e também com um bom toque de inovação. Alguns sabores são bem inusitados, como o de chocolate com biscoito mascarpone e pistache com framboesa.

A massa da Fauchon me parece mais leve, mas os sabores da L’Éclair de Génie são mais originais. Na foto abaixo constam os 4 best-sellers deles: a versão de caramelo salgado, chocolate amargo, limão e baunilha.

IMG_6539
Caixinha com versões mini dos quatro sabores best-sellers da L’Éclair de Génie – 10 euros

Provei a éclair de maracujá com framboesa e achei incrível, perfeita para o verão. Fiquei com vontade de provar também a de chocolate com coco… 

IMG_7918
L’Éclair de Génie – Éclair de maracujá com framboesa…minha preferida!!!

L’Éclair de Génie: 14 rue Pavée (estação de metrô mais próxima: Saint Paul – linha 1). Funciona de segunda a sexta-feira das 11hs as 19hs e aos sábados e domingos das 10hs as 19h30. Clique aqui para conhecer os outros endereços e horários de funcionamento das demais lojas.

17 – CRÈME BRÛLÉE

Impossível vir à Paris e não provar esse clássico da culinária francesa!

O crème brulée (creme queimado é a tradução ao pé da letra), é uma sobremesa tradicional na França feita à base de creme de leite, ovos, baunilha e açúcar e tem uma fina camada de caramelo como cobertura que geralmente é queimada com maçarico um pouco antes de ser servida.

IMG_6403
Crème Brûlée da Mariage Frères

Os espanhóis e ingleses disputam até hoje a criação do doce, mas oficialmente é considerado um doce francês, pois o primeiro registro bibliográfico dessa delícia foi publicado em 1961 pelo chef François Massialot.

Como é uma sobremesa tradicional, você encontrará muitas opções em diversos restaurantes da cidade, porém o crème brûlée que mais gostei até hoje e recomendo é o servido no tradicional salão de chá Mariages Frères, com infusão do chá frutado Marco Polo, um dos mais famosos da casa.

IMG_6404
Super levinho…

Aliás, a Mariane Frères é imperdível pra quem gosta de chás. Eles existem desde 1854 e tem uma infinidade de opções de chá, tanto para comprar e levar pra casa, como pra degustar no salão de chá, que é uma delícia! (servem almoço também)

IMG_1206
Mariage Frères
IMG_6400
Chá de jasmin da Mariage Frères – Dica: os bules de chá servidos são enormes e dá pra dividir tranquilamente em duas pessoas.

Não deixe de dar um pulo no segunda andar da loja, onde há um pequeno museu do chá. Lá estão expostos diversos objetos relacionados ao tema, é uma graça, minúsculo e gratuito!

Mariage Frères: 30 rue du Bourg-Tibourg – Marais 4ème (estação de metrô mais próxima: Hôtel de Ville – linhas 1 e 11). Funciona todos os dias da semana – salão de chá somente das 15h as 19h. Clique aqui para conhecer os outros endereços e horários de funcionamento das demais lojas.

18- MIL FOLHAS E CHOCOLATES DO JACQUES GENIN

Jacques Genin é um dos chocolatiers (escpecialista em chocolate) mais famosos de Paris!

Ele tem dois endereços em Paris e a loja do 3ème é maior e mais completa!

IMG_5505
Jacques Genin 3ème

Vale a pena fazer a degustação de 7 chocolates, que são deliciosos (amei especialmente os amargos) e comer o famoso mil folhas da casa, que tem uma massa super levinha e saborosa. O tradicional é com baunilha, mas também tem a versão com chocolate.

IMG_5511
Degustação de chocolates Jacques Genin
IMG_5508
Mil-folhas de chocolate do Jacques Genin

Jacques Genin: 133 Rue de Turenne – 3ème (estação de metrô mais próxima: Filles du Calvaire – linha 8). Funciona de terça a domingo das 11h as 19h (sábados até 19h30). O outro endereço é 27 Rue de Varenne – 7ème (estação de metrô mais próxima: Sèvres-Babylone – linhas 10 e 12 e Rue du Bac – linha 12). Funciona de terça a sábado das 10h30 as 19h. Clique aqui para saber mais informações!

O que mais você incluiria nessa listinha?

Abraços,

Melissa!

Anúncios

1 Comment »

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *